EI: realizado treinamento de instrutores



01/10/2009


EI: realizado treinamento de instrutores
   
 
 
Nesta terça (29) e quarta-feira (30), profissionais do setor contábil do país inteiro estão reunidos em Brasília para treinamento de instrutores do empreendedor individual. Na manhã de ontem, a abertura do encontro contou com a presença do presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon, do Ministro da Previdência Social, José Pimentel, do Secretário Nacional de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Edson Lupatini, e do Gerente de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick.
 
O treinamento é mais uma etapa do convênio assinado entre a Fenacon e o Sebrae, que tem por objetivo capacitar 15 mil empresários contábeis na divulgação do empreendedor individual.  A parceria prevê ainda a Consolidação da Rede de Multiplicadores, seminários sobre a Lei Geral e Portal de Suporte ao Empresário Contábil, entre outros objetivos.
 
Pietrobon destacou a importância desse projeto para o país, mas fez um alerta à burocracia com a qual os empreendedores tem se deparado ao tentar formalizar-se. “Acredito que possamos chegar à meta de 1 milhão de empreendedores individuais até 31/12/2010. Porém, é necessário reduzir os entraves junto às prefeituras, Estados e outros órgão envolvidos, por exemplo”, afirmou.
 
Bruno Quick e Lupatini enfatizaram também a burocracia como principal agente da informalidade. “O Simples hoje é uma referência. O empreendedor individual é o desafio que se amplia”, analisou Quick. Já o Secretário Nacional de Comércio e Serviços afirmou que o excesso de janelas no Portal do Empreendedor prejudica a adesão de novos empreendedores. “Estamos viabilizando a simplificação das telas. Reduzindo isso, daremos uma melhor condição para vocês (instrutores) desempenharem o papel de difundir o empreendedor individual”, enfatizou.
 
Pimentel lembrou o sucesso do primeiro convênio entre Fenacon e Sebrae para divulgação da Lei Geral que formou 120 instrutores, responsáveis pela capacitação de mais de 37 mil multiplicadores. E lembrou que espera o mesmo em relação ao empreendedor individual. “O EI é um capítulo do Simples Nacional. Devemos muito à Fenacon e ao Sebrae pelos mais de 3,2 milhões que hoje integram o Simples e, por isso, espero o mesmo com os empreendedores individuais”, finalizou.



Projeto do Refis pode ser retirado, diz secretário
Feirão do imposto acontece neste sábado
Segunda Turma do STJ julga questão de direito adquirido nos casos de isenção de IR em alienação de a
Homenageado no Prêmio Comunique-se, o presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação diz que os obs
Tributário: Iniciado em 2006, projeto só deslanchou nos Estados de São Paulo e Amazonas


Mídia Marketing Direcionado - 2008
Daniel José